PREVISÃO DO TEMPO
COTAÇÕES
Coronel Fabriciano
Min: 20C   Max: 31C
Ipatinga
Min: 20C   Max: 31C
Santana do Paraíso
Min: 19C   Max: 31C
Timóteo
Min: 19C   Max: 31C
Cadastre-se
Redes Sociais 
 
Cidades
17/03/2009 - 00:00

Delegados e Detran discutem leilão de veículos em Ipatinga


Ação deve viabilizar abertura de novos pátios na cidade. Intenção é que tudo seja informatizado 


IPATINGA – Na sede do recém-criado 12º Departamento de Polícia Civil (12º DPC), na Avenida Castelo Branco, no Bairro Horto, em Ipatinga, delegados e autoridades do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) discutiram, na manhã desta segunda-feira (16), a viabilização do leilão dos veículos que atualmente se amontoam no pátio do Bairro Limoeiro. Em pauta, ainda estavam assuntos como a abertura de novos pátios na cidade e a informatização deles, visando agilizar o atendimento à população e, ainda, a criação de novas fábricas de placas de veículos com certificação digital. “Estamos percorrendo todo o Estado e conhecendo de perto cada um dos departamentos, conversando e fazendo reuniões com delegados que os chefiam. Especialmente, estivemos aqui em Ipatinga para uma reunião com o delegado Walter Felisberto, chefe do 12º DPC, para tratar de assuntos referentes a leilões de veículos”, informou o superintendente-geral da Polícia Civil de Minas Gerais, Gustavo Botelho Neto. 



Em entrevista à reportagem do VALE DO AÇO, no fim do último mês de janeiro, o delegado aposentado Joaquim da Silveira, atual responsável pelo pátio do Limoeiro, informou que, na ocasião, 700 veículos estão em condições de ir a leilão. No local há grande número de motos, automóveis e bicicletas que estão sendo destruídos pela ação do tempo. O pátio do Limoeiro se converteu em um verdadeiro “cemitério” de veículos com excesso de multas, sem documentação, roubados ou recuperados. Até carcaças de carros desmontados podem ser vistas por lá. “Essa é a nossa principal missão aqui: tratar de perto este assunto que é de interesse não só da população, mas principalmente da Polícia Civil. É necessário desafogar estes pátios que nós temos, não só em Ipatinga, mas em todo interior do Estado também”, complementou Gustavo Botelho.



NOVA FILOSOFIA


Conforme o coordenador de administração de trânsito do Detran-MG, Luiz Cláudio Figueiredo, a tentativa de resolver o problema dos pátios de veículos em todo o Estado segue a nova filosofia da superintendência-geral da Polícia Civil. “Os pátios estão quase todos superlotados e isto não é só problema da capital. Tendo vaga para o recolhimento de veículos aumenta de sobremaneira a fiscalização, que é também um item importante que temos que levar em consideração. Se você não tem a vaga para recolher o veículo, você afrouxa a fiscalização e muitas vezes, em função disso, estamos permitindo que veículos irregulares continuem rodando nas vias públicas de Minas Gerais”, declarou.



Luiz Figueiredo informou que, em Belo Horizonte, só este ano foram realizados dois leilões de veículos. A expectativa era de que, no próximo leilão, que ocorrerá ainda este mês, 4 mil veículos fossem leiloados. “O objetivo principal dessa nossa reunião aqui no 12º DPC é realmente trazer informações e instrumentos para que o departamento, juntamente com a Delegacia Regional de Ipatinga, possa então realizar os seus leilões. Esse primeiro contato é realmente para a gente saber o que é que tem recolhido e possível de ser leiloado”, acrescentou.



Destino

O coordenador de administração de trânsito do Detran-MG ainda revelou para onde vai o dinheiro adquirido através dos leilões. “Com o valor arrecado paga-se os impostos, as infrações e o remanescente e é depositado na conta do proprietário. Muitas vezes o valor do veículo não chega a cobrir todos os seus débitos. Neste caso, o proprietário ainda fica devedor desta dívida”, finalizou Luiz Figueiredo. 



Novos pátios teriam taxas unificadas



Um dos principais objetivos da Polícia Civil e do Detran-MG é – com o leilão dos veículos – viabilizar a abertura e o credenciamento de novos pátios em Ipatinga, através de licitação por leilão, conforme informou o coordenador de administração de trânsito, Luiz Cláudio Figueiredo. Nesses novos pátios todo o sistema de entrada e saída de veículos seria informatizado. O processo para o credenciamento dos pátios será rigoroso e eles deverão atender todas às exigências.



Uma enorme quantidade de veículos se amontoa no pátio do Bairro Limoeiro



De acordo com Luiz Figueiredo espera-se também que, nos próximos meses, haja em Ipatinga a abertura de novas fábricas de placas, que terão certificação digital. Novos pátios de vistorias de veículos também devem ser abertos no município. “A certificação digital é um instrumento que o Detran usa para dar mais segurança. Esse mecanismo já é utilizado em clínicas médicas, Centro de Formação de Condutores e agora será usado em fábrica de placas. O proprietário terá um código que funcionará como se fosse uma assinatura em um cartório, visando evitar qualquer tipo de fraude”, explicou Gustavo Guimarães Garreto, da Companhia de Tecnologia da Informação de Minas Gerais.



Em relação aos novos pátios de veículos que devem ser abertos em Ipatinga, há a expectativa de que haja um preço unificado para as taxas – que atualmente são de R$ 13 (diária) e R$ 96 (reboque).

Mais noticias do caderno Cidades
04/03/2015
01:25
Prefeitura de Ipatinga define setores que sofrerão corte de mão de obra

.
 
01:10
Comissão legislativa assinala não aprovação das contas do ex-prefeito Geraldo Hilário

.
 
03/03/2015
14:57
JVA em novo endereço

.
 
07:44
Câmara aprova projeto que concede assessoria para regularização de imóveis

.
 
07:41
Zizinho é o novo presidente da AMDI

.
 
07:37
Prefeitura de Ipatinga solicita corte de 80 trabalhadores da limpeza pública

.
 
07:33
Cabo de guerra na saúde em Timóteo

.
 
07:27
Adiel Oliveira homenageia ATII com Moção de Aplausos

.
 
07:22
Professor da Fadipa lança livro de pesquisa na área do Direito

.
 
07:19
27ª edição da Expo Usipa aborda a força do empreendedorismo

.