PREVISÃO DO TEMPO
COTAÇÕES
Coronel Fabriciano
Min: 19C   Max: 27C
Ipatinga
Min: 18C   Max: 27C
Santana do Paraíso
Min: 17C   Max: 26C
Timóteo
Min: 17C   Max: 26C
Cadastre-se
Redes Sociais 
 
Cidades
18/06/2007 - 00:00

Comunidades rurais de Ipatinga transformam óleo queimado em sabão


Fruto de parceria entre PMI e Emater, iniciativa promove geração de renda e preservação dos recursos hídricos


Preocupada em garantir a preservação dos mananciais hídricos da região e oferecer nova opção de fonte de renda para famílias de baixa renda moradoras da zona rural da cidade, a Prefeitura Municipal de Ipatinga desenvolve, desde o início do ano passado, um projeto-piloto onde óleo de fritura é transformado em sabão e detergentes. Realizado através de parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e a regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater - Vale do Aço), o programa atende atualmente 35 famílias residentes nas localidades de Tribuna e Ipaneminha.


O engenheiro agrícola do Departamento de Apoio e Fomento à Produção Rural da prefeitura, Daniel Martins Júnior, explica que cabe à administração municipal recolher e repassar às famílias cadastradas no programa o óleo utilizado nos bares e restaurantes da cidade. Já a assessoria técnica para o fabrico do sabão é feita pela Emater que, através de seus profissionais, ministra cursos de capacitação para os participantes. 


Ainda de acordo com o engenheiro, o projeto possui dois focos de atuação, um ambiental e o outro social. “O foco ambiental trata da destinação mais adequada do óleo queimado nas cozinhas dos restaurantes da cidade. Antes, este material era jogado na rede de esgoto, causando contaminação dos mananciais hídricos e entupimento de tubulações. Já a questão social se refere à capacitação profissional das famílias assistidas e a possibilidade de geração de renda com a venda do material produzido”, declara.

   

Fazendo parte do programa da Emater “Geração de Emprego e Renda no Meio Rural”, a iniciativa também engloba a produção de outros materiais de limpeza e higiene pessoal. Sabonetes, desinfetantes, creme condicionador para o cabelo e amaciantes de roupa são exemplos de produtos fabricados através do projeto (mas, nestes casos, o óleo não é a matéria-prima). O material produzido pelos participantes é utilizado para consumo próprio. Já o excedente é vendido e o lucro repartido entre as famílias.  


Implantação


Lançado há um ano e meio no Tribuna, e implantado recentemente no Ipaneminha, o projeto já tem apresentado bons resultados, devendo ser estendido para as demais localidades que compõem a zona rural de Ipatinga em um futuro próximo. De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater, José Luís Paiva Freitas, as comunidades rurais da cidade interessadas em se inscrever no programa podem fazê-lo através do telefone 3821-6882. Já os interessados em doar óleo para a produção do sabão devem entrar em contato com o Departamento de Apoio e Fomento à Produção Rural da prefeitura, através do telefone 3829-8077. 


Preservação


Esta ação é uma maneira de evitar que o óleo de cozinha vá para o ralo da pia e entre em contato com a água. Para que se tenha idéia do impacto causado pelo despejo indevido deste material na rede de esgoto, um único litro deste óleo é suficiente para contaminar um milhão de litros de água potável, o que seria suficiente para 14 anos de consumo de uma pessoa.

A sugestão para o armazenamento dos óleos utilizados é depositar em garrafas pets ou tambores, de maneira que em momento algum possam contaminar o solo.


Porque o óleo de cozinha polui o meio ambiente


Após ser usado na fritura, o óleo de cozinha jogado pelo ralo da pia pode causar prejuízos irreversíveis ao meio ambiente. Nos rios, a presença do material é facilmente perceptível. O óleo flutua sobre a água, já que é menos denso e não se mistura.


Ele cria uma barreira na superfície, dificultando a entrada de luz e a oxigenação da água, o que compromete a base da cadeia alimentar aquática. A falta de oxigênio pode acabar com os fitoplânctons, espécie de algas microscópicas que vivem nos rios e alimentam os peixes.


Na rede de esgoto, além de causar mau-cheiro, o óleo, quando jogado pelo ralo da pia, aumenta consideravelmente as dificuldades referentes ao tratamento de esgoto. Além disso, o lançamento de detritos impregnados de gordura na rede de esgotos acaba provocando a incrustação nas paredes da tubulação e a conseqüente obstrução das redes coletoras de esgoto.


Em casa


Para o óleo que se acumula nas residências, uma boa saída pode ser a produção do sabão caseiro. Uma receita pode produzir até 42 pedras de sabão, e, para quem tiver interesse em ganhar dinheiro confeccionando este produto, o preço médio de venda unitário é de R$ 0,50. Uma única receita pode gerar até R$ 20 para quem fabrica. As despesas com os ingredientes não ultrapassam R$ 6,00, representando um lucro de R$ 14 por receita.


SABÃO CASEIRO À BASE DE SOBRAS DE ÓLEO VEGETAL E ANIMAL


(Receita para sabão em pasta)


INGREDIENTES:

*6 litros de gordura

*250 ml de pinho sol

*2 litros de álcool combustível

*2 litros de água morna

*1 quilo de soda cáustica escorpião


UTENSÍLIOS NECESSÁRIOS:

*1 lata, balde ou panela (não pode ser de alumínio)

*1 colher de pau ou pedaço de cabo de vassoura

*saboneteira ou caixinhas de madeira no formato de saboneteira


MODO DE FAZER:

Primeiramente, dissolver a soda cáustica nos 2 litros de água. Colocar a gordura e depois o álcool combustível bem devagar, batendo sempre vigorosamente. Após, adicione o pinho, não esquecendo de bater. Quando obtiver uma basta bem homogênea, coloque nas formas e deixe esfriar.


SABÃO CASEIRO À BASE DE SOBRAS DE GORDURA


(Receita para sabão em pedra bem duro)


INGREDIENTES:

*5 litros de gordura

*2 litros de água morna

*1 quilo de soda cáustica escorpião

*1 copo de amaciante


UTENSÍLIOS NECESSÁRIOS:

*1 lata, balde ou panela (não pode ser de alumínio)

*1 colher de pau ou pedaço de cabo de vassoura

*saboneteira ou caixinhas de madeira no formato de saboneteira


MODO DE FAZER:

Primeiramente, dissolver a soda cáustica nos 2 litros de água. Após, colocar a gordura, batendo sempre vigorosamente. Após, adicione o amaciante, não esquecendo de bater. Quando obtiver uma basta bem homogênea, coloque nas formas e deixe esfriar.


Receita para sabão

*5 litros de óleo de cozinha queimado

*1 Kg de soda cáustica

*1 litro de água

*Essência (opcional) pode ser pinho sol, para tirar o cheiro

*Caulim (opcional) para o sabão não murchar quando seca

*Deixe a soda cáustica de um dia para o outro na água, filtre o óleo, acrescente os outros ingredientes e mexa; ele endurece em poucos minutos; já deixe a forma pronta.




Mais noticias do caderno Cidades
23/05/2015
05:37
Comissão cobra explicações sobre falta de medicamentos

.
 
05:32
Com crise na indústria, exposições regionais se adaptam à atual realidade do mercado

.
 
05:26
MP é acionado sobre “condição desumana” propiciada por pinguela em Fabriciano

.
 
05:02
Cartão de TODOS promove Campanha do Agasalho

.
 
22/05/2015
19:36
Soterramento mata ajudante em obra da Prefeitura de Ipatinga

.
 
21/05/2015
23:51
Vereadores de Timóteo terão que ressarcir os cofres públicos

.
 
23:47
Novas lojas iniciam atividades no shopping

.
 
23:44
Sindcomércio recebe contabilistas para homenagem na próxima terça

.
 
23:41
PMT confirma demissão de servidores em função pública

.
 
02:25
ANS suspende venda de 87 planos de saúde

.